O que é SEO?




As dificuldades de se entender o que é SEO já começam pela própria pronúncia. Basta ver o meme abaixo, que demonstra a indignação dos profissionais que atuam nesta área.

Meme Seo

Do mesmo mal sofrem os designers, programadores, enfim, outras profissões que são difíceis de explicar para os leigos o que de fato elas fazem, e assim surgem diversos memes que somente os profissionais da área entendem. Vamos encarar essa brincadeira como uma forma de desabafo.

Isso já era de se esperar, porque não são serviços populares, como advocacia, medicina, arquitetura, enfim, áreas onde as pessoas têm um contato mais direto e por mais técnicas que possam ser, ainda assim estas profissões são de fácil entendimento, o resultado que elas entregam é tangível.
Já o SEO lida com o intangível. Nós enxergamos o resultado final, mas não temos ideia de como funciona todo processo para chegar a um resultado, até porque não existe “receita de bolo” nestes casos (não que nas profissões que citei acima existam somente “receitas de bolo”, senão não teríamos profissionais que se destacam mais que outros, justamente por irem além do convencional).

Falei, falei e nada de explicar o que é SEO, certo? Lá vai então:

O SEO (Search Engine Optimization),  também conhecido como otimização de sites, é rapidamente definido como uma forma de aumentar os acessos do seu site através de um conjunto de técnicas e estratégias que permitem que um site melhore seu posicionamento nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca, como Google.*

Ficou mais fácil de entender agora? Será? Mas o que seriam os resultados orgânicos!!!

Vamos lá, não vamos desistir, resultados orgânicos são aqueles que ao realizar uma busca no Google o seu site naturalmente será encontrado, sem a necessidade do investimento em Google Adwords ou a divulgação em outros meios, porque o buscador mais popular do planeta já reconhece que o seu site é mais relevante que a maioria no seu segmento para determinada keyword.

Keyword,  Google Adwords??? Complicou de novo né. Vamos ver se matamos este coelho “com uma paulada só”.

Keyword ou palavra-chave são os termos que as pessoas utilizam para realizar buscas. Exemplo: locação de carros. Vamos supor que você sua empresa forneça este serviço e o Google Adwords, que é uma ferramenta de anúncios, onde você patrocina as keywords mais relevantes para o seu negócio, vai “acelerar” a sua exposição no Google, encaixando o seu site em anúncios patrocinados, que geralmente vão aparecer no topo das buscas, em uma área dedicada, conforme o exemplo abaixo. 

Busca Paga Google

Nestes casos chamamos de “resultados pagos”, onde você precisará pagar pelos cliques nas palavras-chaves e entrará em um leilão com outros concorrentes que estejam patrocinando a mesma keyword para poder disputar os primeiros lugares nas buscas, diferente dos resultados orgânicos, que são naturais, onde o seu site está preparado para aparecer em uma boa posição nos resultados de buscas, seguindo critérios técnicos e outras estratégias dentro da área de SEO - que dariam conteúdo para um artigo inteiro no blog mas, vamos manter o foco por hora.

Geralmente, uma estratégia de SEO dificilmente estará desvinculada de uma estratégia de Google Adwords. Um não vive sem o outro e são raras excessões. Porém, além de seguir os critérios do Google - aqueles que ele revela, porque ainda tem os que ele não revela e os especialistas em SEO estão sempre tentando desvendar - você precisará de uma boa estratégia de conteúdo, o inbound marketing, e links externos de boa reputação apontando para o seu site, tecnicamente conhecido como link builder.

Inbound marketing e linkbuilder?!? Nossa, complicou de novo. Vamos encerrando por aqui e aguardem mais conteúdo. Só não esqueçam de uma coisa: seja um site, uma loja virtual ou um blog, você vai precisar utilizar técnicas de SEO para ter visibilidade na internet. Caso contrário, ficará difícil atingir seus objetivos, sejam eles aumentar acessos no site, manter os internautas mais tempo no site ou vendas online.

Além disso, os resultados terão que ser monitorados pelo Google analytics, outra ferramenta que ajudará a “ver” se as coisas andam bem.


Google analytics?!!? Desculpe, prometi que ia encerrar, mas o assunto é bem complexo mesmo.

Então, agora é a hora de pensar sobre SEO. Colocar um site no ar não é suficiente. Você vai precisar de especialistas para ajudar nos seus objetivos de marketing digital. Lembre-se disso na hora de montar a sua estratégia online.


PODE SER ÚTIL PARA VOCÊ:
Facebook ou Instagram eis a questão?
 

Fonte:
* SEOmaster

COMPARTILHE ESTE POST



COMENTÁRIOS





PLENA PUBLICIDADE © 2020. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.     |     Tecnologia WOBA

PLENA PUBLICIDADE © 2020.
Tecnologia WOBA

Área de acesso restrita!